ct2

Baixada Santista soma 450 vagas de emprego; 10 dicas para se destacar

Santos, São Vicente, Guarujá, Mongaguá, Peruíbe e Itanhaém têm chances.
Concursos públicos e lista de vagas estão disponíveis nas cidades.

Carteira de Trabalho é documento obrigatório (Foto: Ivair Vieira Jr/G1)

Carteira de Trabalho é documento obrigatório (Foto: Ivair Vieira Jr/G1)

A Baixada Santista, no litoral de São Paulo, está com oportunidades de emprego e concursos públicos.

São quase 450 vagas para quem procura um lugar no mercado de trabalho, em Santos, São Vicente, Guarujá, Peruíbe, Mongaguá e Itanhaém. Por isso, o G1 lista as principais chances de emprego e como fazer um bom currículo para começar 2016 com um trabalho novo.

Santos
Em Santos, a oportunidade é para trabalhar na administração municipal. Além dos dois primeiros concursos públicos divulgados na última semana, a Prefeitura divulgou mais dois editais que, ao todo, disponibiliza 257 vagas de emprego na cidade.

Há vagas em vários cargos: borracheiro, calceteiro, canteiro, carpinteiro, coveiro, cozinheiro, eletricista, encanador, estofador, ferreiro, técnico de refrigeração, técnico em biblioteconomia, técnico em equipamentos biomédicos. Os salários variam de R$ 1.439,14 (auxiliar de serviços gerais) até R$ 2.538,85 (operador social, técnicos de contabilidade, de enfermagem, de prótese dentária, de biblioteconomia e em saúde bucal).

Peruíbe
O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Peruíbe, também no litoral de São Paulo, disponibilizou 60 oportunidades de emprego em diversas áreas nesta semana. Os interessados devem se cadastrar no PAT, que fica na Rua Prof. Terezinha Rodrigues Kalil, s/nº, na Estação (ao lado do Museu da Estação Ferroviária), de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

Os interessados devem fazer a apresentação de originais e cópias dos seguintes documentos: carteira de trabalho, RG, CPF e nº do PIS. Quem já possui cadastro não precisa repetir o procedimento.

Praia Grande
O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Praia Grande, no litoral de São Paulo, está com vagas de emprego abertas. Há oportunidades para fisioterapeuta, vendedor autônomo e montador de móveis planejados.

Os interessados em se cadastrar devem se dirigir à sede, que fica na Avenida Ayrton Senna da Silva, 1.511, no bairro Xixová, das 8h às 16h. Ao todo, são 30 vagas para diversas áreas de atuação.

Os documentos necessários são RG, CPF, Carteira de Trabalho ou Cartão do Cidadão e o número do PIS, se possuir.

Churrasco (Foto: Reprodução)

Há vagas para churrasqueiro em Mongaguá (Foto: Reprodução)

Mongaguá
O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Mongaguá, no litoral de São Paulo, abriu 21 novas chances de emprego.

São dez vagas para representante comercial, seis para garçom, uma para churrasqueiro, entre outras.

Para candidatar-se é necessário comparecer ao PAT, localizado no Espaço Cidadão (Avenida São Paulo, 1.580, no Centro), de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h30, e das 13h às 16h, portando os originais do RG, CPF, Carteira de Trabalho e PIS.

Guarujá
A cidade de Guarujá, no litoral de São Paulo, continua recebendo inscrições para um concurso público para o preenchimento de 17 vagas na previdência.

Os salários variam de R$ 2.300 a R$ 4.898,28. Os candidatos para os cargos de técnico previdenciário administrador e contabilista devem possuir ensino médio completo. Aos demais, é preciso ter concluído o ensino superior, de acordo com a função pretendida.

As vagas são para: técnico previdenciário administrador (6 – sendo uma vaga para pessoa com deficiência); técnico previdenciário contabilista (1); analista previdenciário administrador (1); analista previdenciário assistente social (1); analista previdenciário contabilista (1); analista previdenciário de benefícios (2); analista previdenciário de controle interno (1); analista previdenciário de suporte (1); analista previdenciário economista (1); analista previdenciário, jornalista (1); e procurador previdenciário (1).

Posto de Atendimento ao Trabalhador de Itanhaém, SP (Foto: Divulgação)

Posto de Atendimento ao Trabalhador de Itanhaém, SP (Foto: Divulgação)

Itanhaém
O Posto de Atendimento ao Trabalhor (PAT) de Itanhaém divulgou uma lista com 63 vagas de emprego disponíveis na cidade.

As chances são atualizadas semanalmente. Há vagas para fonoaudióloga, consultor de vendas, professor de idiomas e outros.

Os candidatos em participar do processo seletivo devem comparecer à secretaria de Relações e Emprego, que fica na rodoviária da cidade. É necessário levar carteira de trabalho, RG, PIS e currículo.

Veja abaixo 10 dicas para se destacar e conseguir uma vaga de emprego:

Currículo atualizado
Muitos profissionais ainda se esquecem de atualizar seu currículo e acabam se inscrevendo em oportunidades em sites de emprego com um documento antigo, e algumas chegam até a enviar para empresas.

Não atirar para todo lado
O candidato deve saber se tem aderência a vaga, mesmo tendo necessidade de recolocação rápida. Quem envia o currículo para qualquer vaga tem pouca chance de ser chamado, já que existem outras pessoas com o perfil mais adequado.

Autoconhecimento
Identificar seu principal talento, descobrir qual é o seu ponto forte e o que precisa ser desenvolvimento são ações importantes para que o profissional tenha autoconhecimento. A partir do conhecimento dos seus talentos e habilidades, o candidato pode identificar que tipo de trabalho gosta e que tipo de cultura tem a ver com seu jeito de ser.

Buscar empresas com as quais se identifique
Fernanda lembra que outra opção é tentar encontrar empresas com que o candidato se identifique e que tenham a ver com sua cultura e valores. O profissional pode buscar informação sobre as companhias, encontra-las nas redes sociais e procurar se aproximar da marca de certa forma.

Atualização constante
O momento de crise pode ser uma oportunidade para o candidato se manter atualizado. Os candidatos podem aproveitar a internet para fazer cursos gratuitos. O currículo terá uma relevância frente a outros candidatos.

Networking e amigos
Mesmo com todas as possibilidades que a internet oferece na hora de buscar emprego, o candidato não deve esquecer de acionar sua rede de contatos e falar com os amigos.

Tecnologia
Buscar emprego em centros de intermediação de trabalho e ir até empresas são ações que devem estar na rotina do candidato. Já a internet pode complementar essa estratégia como uma ferramenta que auxilia o profissional a se candidatar a mais oportunidades em menos tempo e também a conhecer as empresas.

O candidato também pode utilizar aplicativos de celulares para acompanhar mais de perto e responder mais rapidamente.

Preparação para entrevista
Pesquisar sobre a empresa é essencial para ter um bom desempenho na entrevista. O profissional deve conhecer a companhia e demonstrar interesse nela também, e não somente no cargo.

Seja você mesmo
O candidato nunca deve mentir para tentar impressionar o contratante. Especialistas dizem que ser autêntico e verdadeiro são as melhores dicas para conseguir um bom emprego.

Fuja do desespero
O interessado deve ter paciência. A concorrência aumentou com mais pessoas buscando emprego ativamente do que antes, seja pela falta de oportunidade ou por mais gente precisando entrar no mercado de trabalho.

Como montar um currículo?

Clique aqui e veja modelos de currículos para diversos cargos.

Veja dicas para preencher cada etapa do currículo:
1 – Dados pessoais
O início do currículo deve apresentar o profissional, com nome completo, idade, estado civil, endereço, cidade, região, telefone (celular, residencial ou para recados) e e-mail. Não é preciso informar o CEP.
2 – Objetivo
Neste tópico, os profissionais precisam escrever de forma direta para que a empresa veja qual é a posição de interesse. Os candidatos não devem colocar diversos objetivos juntos.
3 – Resumo de qualificações
É importante que os candidatos aproveitem esse espaço para colocar informações positivas sobre sua carreira. O objetivo é chamar atenção para que o recrutador leia o currículo até o final. Nesse item, o profissional deve pensar quais habilidades, conhecimentos e experiências que ele possui seriam positivos para a posição e companhia. A partir dessa resposta, é possível selecionar o que será colocado no resumo.
4 – Formação acadêmica
O candidato deve colocar o último grau de escolaridade que possui, ou seja, quem não tem nível superior deve citar o nível médio, e assim por diante. Profissionais com MBA, pós-graduação ou curso técnico devem mencioná-los. A descrição deve ter o nome da instituição, curso e ano ou previsão de término.
5 – Experiência profissional
Candidato sem experiência pode citar eventuais trabalhos em empresa júnior ou no centro acadêmico da faculdade, colocando as atribuições e responsabilidades que tinha.
6 – Cursos complementares
Cursos extracurriculares ou de curta duração e workshops podem ser informados. É importante mencionar o nome da instituição, mês e ano de início e término e carga horária.
7 – Idiomas
O candidato precisar ser honesto e indicar seu real conhecimento do idioma, já que o recrutador poderá testá-lo durante a entrevista. A fluência pode ser categorizada como: básico, intermediário, avançado e fluente.
8 – Informática
O profissional pode informar seus conhecimentos em cada programa e categorizá-los. Quem fez curso na área pode colocá-lo seguindo o padrão usado nos cursos complementares.
9 – Outras informações
Neste campo, o candidato pode informar experiências internacionais e trabalhos voluntários. Atividades feitas fora do horário de trabalho podem ser citadas, desde que tenham relação com o emprego ou destaquem as qualidades do profissional.
10 – O que não colocar
– Foto (Só deve ser enviada quando empregador solicitar)
– Número de documentos
– Título “currículo vitae” ou “currículo”
– Pronomes pessoais (Ao invés de colocar “eu desenvolvi um projeto” substitua por “desenvolvimento de projeto”)
– Informações negativas (Profissionais que não possuem algum tipo de conhecimento não devem colocar essa informação. A melhor opção é não informar nada)
– Nome de pais, marido ou esposa e filhos
– Referências pessoais (Contatos de pessoas que podem falar sobre o profissional não devem ser indicados)
– Motivo de saída de empregos anteriores
– Pretensão salarial
– Cartas de referência
– Certificados de cursos realizados
– Data e assinatura

 

 

*fonte G1

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com