23316262222_134db4c78b_z

Itanhaém avança no uso do pescado na alimentação escolar

Autoridades participaram de ato solene na E.M. Diva Maria do Carmo, no Jardim Tanise

Autoridades participaram de ato solene na E.M. Diva Maria do Carmo, no Jardim Tanise

A Prefeitura de Itanhaém se tornou a primeira Cidade do Estado a firmar parceria com o Governo Estadual visando incentivar, de forma efetiva, a inclusão do pescado na merenda escolar servida na rede pública de ensino. Um convênio foi oficializado com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado, que dará suporte técnico por intermédio do Instituto de Pesca da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA).

O secretário-adjunto de Agricultura e Abastecimento, Rubens Naman Rizek Júnior, se reuniu no Paço com o prefeito de Itanhaém, Marco Aurélio Gomes, para detalhar as ações propostas com o convênio, que é válido por dois anos. “Vamos agilizar e colocar em prática esse projeto, que será o pioneiro na região. Itanhaém será a primeira Cidade a ter uma estrutura desse tipo. Temos um litoral muito rico em pesca e não tem sentido não aproveitar esse potencial. Isso acaba sendo bom para os estudantes, que ganham uma alimentação saudável, e bom para a Prefeitura, que contribui para fortalecer a pesca e a economia local. O Estado deseja fomentar esse processo, levando sua tecnologia e estrutura técnica ao alcance do Município”, disse o secretário-adjunto.

Está em andamento em Itanhaém a construção da Central Municipal de Abastecimento, que ampliará os programas voltados à segurança alimentar na Cidade. No local funcionará o novo Banco de Alimentos, o projeto Feira do Produtor e os demais programas de segurança alimentar e geração de renda. Ao lado desse complexo, a Prefeitura projeta a construção de uma futura Unidade de Beneficiamento de Pescado, iniciativa que beneficiará mais de 4 mil pescadores artesanais do Município e demais cidades da Região Metropolitana da Baixada Santista.

WORKSHOP – A Cidade promoveu, na segunda-feira (30), o  “IV Workshop: Inclusão do Pescado na Alimentação Escolar (AE)”. O evento abordou questões ligadas à inclusão do peixe na merenda desde temas como legislação sanitária, tais como, Serviço de Inspeção Federal (SIF), Serviço de Inspeção Estadual (SISP), Serviço de Inspeção Municipal (SIM), abordagem técnica e científica do Instituto de Pesca de Santos e a operacionalização efetiva dentro das secretarias de Educação. Os encontros ocorreram na E. M. Professora Diva do Carmo Alves de Lima, no Jardim Tanise, e no salão do Centro Cultural do Satélite Esporte Clube.

À tarde, no Satélite Esporte Clube, aconteceu o encontro técnico apresentado por Rúbia Yuri Tomita, diretora do Laboratório de Tecnologia do Pescado. Ela falou sobre a experiência compartilhada entre Prefeitura e o Instituto de Pesca para propiciar a inclusão do pescado sob a ótica de novas preparações. Em seguida, às 14h30, a gestora do Banco de Alimentos de Itanhaém, Luciana Melo, ministrou uma palestra com o tema ‘Ações e Estratégias da Prefeitura Municipal para viabilizar a inclusão do pescado na AE’.

A programação teve continuidade com o representante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, André Luis Bonnet Alvarenga, que falou sobre o tema ‘Inclusão do pescado na AE e o Serviço de Inspeção de Produtos de Origem Animal’. Mais tarde, foram ministrados os temas ‘Inclusão do pescado na AE: Desafios da indústria de processamento’ e a ‘Inclusão do Pescado na AE no contexto da Secretaria de Educação do Estado de SP’. No final, aconteceu um debate mediado pelo Instituto de Pesca de Santos.

 

 

*fonte prefeitura de Itanhaém




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com