combate-a-dengue-destaque

População deve ficar atenta para evitar criadouros da dengue em casa

combate-a-dengue-destaque

Não deixar objetos ou qualquer material que possa servir como criadouro para o mosquito aedes aegypti é a principal forma de se evitar a doença

A Prefeitura de Itanhaém realiza diversas ações de conscientização para prevenir a dengue por meio de palestras aos estudantes, comerciantes, associações de bairro, além de visitas às residências e treinamentos com funcionários do Governo Municipal para detectarem possíveis criadouros. Mas a população também precisa fazer sua parte.

Não deixar objetos ou qualquer material que possa servir como criadouro para o mosquitoaedes aegypti é a principal forma de se evitar a doença. E tudo pode servir como criadouro: desde tampinhas de garrafa a pneus e móveis velhos expostos ao tempo.

De acordo com a diretora da Vigilância em Saúde de Itanhaém, Maria Aparecida da Silva, os ovos depositados pelo mosquito podem ficar até um ano no foco. “Ele permanece intacto no foco. Assim que entra em contato com a água ele eclode e as larvas permanecem na água por até dez dias até tornarem-se mosquitos adultos”.

“Cerca de 80% dos criadouros estão nas residências, por isso a tarefa precisa ser diária, principalmente em dias de chuva onde a água fica acumulada em calhas, vasos de plantas, caixas d’água e outros materiais”, alerta o secretário de Saúde, Dr. Alder Ferreira Valadão.

 

 

*fonte prefeitura de Itanhaém




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com