ocupa

Servidores em greve ocupam prédio da prefeitura de São Vicente, SP

Protesto dentro da prefeitura durou cerca de 15 minutos nesta quarta-feira.
Depois, grupo que reclama de atraso nos salários seguiu em passeata.

 Servidores ocuparam o prédio por cerca de 15 minutos (Foto: Bruno Nunes / TV Tribuna)Servidores ocuparam o prédio por cerca de 15 minutos (Foto: Bruno Nunes / TV Tribuna)

Centenas de servidores públicos de São Vicente, no litoral de São Paulo, ocuparam, na manhã desta quarta-feira (2), por cerca de 15 minutos, o prédio da prefeitura da cidade. Depois, iniciaram uma passeata pelas ruas do município.

Papéis sobre a greve foram colados na estátua de Martim Afonso (Foto: Bruno Nunes / TV Tribuna)

Papéis sobre a greve foram colados na estátua de Martim Afonso (Foto: Bruno Nunes / TV Tribuna)

O ato já era cogitado desde a última terça-feira (1), quando o grupo fez uma grande manifestação em frente à sede da prefeitura. Funcionários de diversos setores reclamam do escalonamento salarial adotado pelo prefeito vicentino, Luís Claudio Billi (PP), que divide os pagamentos por categoria.

Depois da rápida ocupação do prédio, por volta das 10h, o grupo retornou para a frente do Paço Municipal.

Com apitos, cartazes e faixas, os servidores em greve não pouparam nem a estátua de Martim Afonso que fica em frente à Prefeitura. Panfletos de greve foram colados naquele que é considerado um dos mais importantes personagens da história da cidade. Depois, no entanto, os papéis foram retirados por um guarda.

Liderados pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Vicente (SindServ), o grupo fará ainda uma passeata pelas ruas do Centro da cidade.

Servidores protestaram por cerca de 15 minutos na prefeitura (Foto: Bruno Nunes / TV Tribuna)

Servidores protestaram por cerca de 15 minutos na prefeitura (Foto: Bruno Nunes / TV Tribuna)

Escalonamento
Na segunda-feira (30), representantes do SindServ se reuniram com representantes do Executivo, que anunciaram o cronograma do escalonamento.

Luis Cláudio Bili, prefeito de São Vicente (Foto: Ana Grabriela Ribeiro/ G1)

Luis Cláudio Bili, prefeito de São Vicente (Foto: Ana Grabriela Ribeiro/ G1)

De acordo com a Prefeitura, o pagamento dos salários de novembro e cestas básicas dos servidores serão escalonados por conta de insuficiência de caixa. O sindicato da categoria se posicionou contra a medida.

Explicação
De acordo com o prefeito de São Vicente, Luis Cláudio Bili (PP), o escalonamento deverá ser mantido até janeiro de 2016. “Infelizmente essa situação só deve ser resolvida em 2016. Também não tenho condições de garantir o pagamento do 13°. A nossa esperança é que o benefício seja pago no dia 20 de dezembro, como o programado”, afirmou, durante a última greve.

O prefeito também argumenta que a cidade sofre com a inadimplência. Cerca de 57% dos munícipes não realizou o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

 

 

*fonte G1

Guarda retirou papéis que foram colados em estátua de Martim Afonso (Foto: Bruno Nunes / TV Tribuna)

Guarda retirou papéis que foram colados em estátua de Martim Afonso (Foto: Bruno Nunes / TV Tribuna)




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com