greve_sv

Servidores realizam assembleia e decidem manter greve em São Vicente

Reunião foi realizada nesta terça-feira e decidiu os próximos passos.
Funcionários públicos municipais estão em greve desde o dia 1º.

 

Do G1 Santos

Servidores públicos realizaram assembleia em São Vicente (Foto: Divulgação/SindServ)Servidores públicos realizaram assembleia em São Vicente (Foto: Divulgação/SindServ)

Os servidores de São Vicente, no litoral de São Paulo, realizaram assembleia nesta terça-feira (8) e decidiram manter a greve.

Funcionários públicos municipais estão em greve desde o dia 1º de dezembro por conta do escalonamento, que é a divisão dos pagamentos por categoria, promovido pelo prefeito Luis Cláudio Bili (PP).

Durante a discussão, os grevistas decidiram propostas para manutenção da greve, além de planejar as ações para os próximos dias.

Ainda na terça-feira, os servidores realizaram uma passeata até a Praça Barão, no Centro. Eles fizeram diversas críticas sobre as declarações de Bili na época eleitoral, quando critícou a gestão anterior.

Duranto o ato, os manifestantes também distribuíram uma carta pública aos munícipes esclarecendo os motivos da paralisação.

Escalonamento
No dia 30 de novembro, representantes do SindServ se reuniram com representantes do Executivo, que anunciaram o cronograma do escalonamento. No dia seguinte, os servidores deflagraram a greve.

De acordo com a prefeitura, o pagamento dos salários de novembro e cestas básicas dos servidores serão escalonados por conta de insuficiência de caixa. O sindicato da categoria se posicionou contra a medida.

Prefeito Luis Cláudio Bili durante entrevista, na manhã desta segunda (9) (Foto: Guilherme Lucio da Rocha/G1)

Prefeito Luis Cláudio Bili durante entrevista (Foto: Guilherme Lucio da Rocha/G1)

Crise
De acordo com o prefeito de São Vicente, Luis Cláudio Bili (PP), o escalonamento deve se manter até janeiro de 2016. “Infelizmente essa situação só deve ser resolvida em 2016. Também não tenho condições de garantir o pagamento do 13°. A nossa esperança é que o benefício seja pago no dia 20 de dezembro, como o programado”, afirmou, durante a última greve.

O município de São Vicente passa por uma grande crise financeira, segundo o prefeito Luis Cláudio Bili. “Quero deixar bem claro que São Vicente não foi fundada no dia 1° de janeiro de 2013 [data em que ele assumiu a Prefeitura]. Quando cheguei à prefeitura, não sabia que a dívida era tão grande e a situação tão grave”, disse.

Além disso, a cidade também sofre com a inadimplência. Cerca de 57% dos munícipes não realizou o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

 

 

*fonte G1




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com