estupro

Suspeito é preso em SP após anunciar trabalho na web e estuprar candidata

Acusado, de 25 anos, publicou sobre emprego falso em rede social.
Polícia Civil investiga se ele praticou outros crimes na região.

Homem foi preso acusado de estuprar mulher em Juquiá (Foto: G1)

Homem foi preso após confessar ter estuprado mulher em São Paulo (Foto: G1)

Um homem foi preso em Juquiá, no interior de São Paulo, por ser suspeito de estuprar e roubar mulheres na região do Vale do Ribeira. Jefferson Muniz, de 25 anos, foi detido  nesta segunda-feira (16) e utilizava diferentes redes sociais para escolher as vítimas, que participavam de uma falsa entrevista de emprego.

De acordo com informações da Polícia Civil, uma vítima, de 21 anos, já reconheceu o suspeito. Ela entrou em contato com Jefferson após ver uma oportunidade para trabalhar como babá na cidade de Juquiá.

“Ele publicou na rede que procurava uma babá para a irmã. Essa moça, que mora em Registro, se interessou e foi fazer a entrevista. Foi quando ocorreu o ataque”, afirma o delegado Marcelo Ferreira da Cruz, responsável pelo caso.

“No dia do crime, o Jefferson foi até a rodoviária buscá-la para a suposta entrevista, prometendo que a levaria ao local para apresentar a futura patroa. No entanto, ele acabou levando a vítima para a área rural do município, onde cometeu o crime”, diz o delegado.

Acusado aliciou vítima com notícia falsa de emprego em Juquiá (Foto: G1)

Suspeito aliciou vítima com falsa oportunidade de emprego em Juquiá

Roubo
Após estuprar a vítima, o suspeito ainda roubou o celular dela e fugiu. A mulher foi até a delegacia e registrou um boletim de ocorrência contra o rapaz.

Com as informações sobre o suspeito em mãos, a polícia conseguiu encontrar os anúncios de emprego nas redes sociais.

O setor de investigação da Delegacia Sede de Juquiá obteve, na última sexta-feira (13), um mandado de prisão temporária, por 30 dias, contra Jefferson.

Nesta segunda, policiais civis foram até a residência do suspeito, que mora com a esposa e duas filhas, e fizeram a prisão.

Depoimento
Para a Polícia Civil, Jefferson confessou o crime e disse que a jovem de 21 anos foi a sua única vítima. No entanto, o delegado investiga outros possíveis crimes.

“Ele confessou o crime. Disse que realmente aliciou a vítima com uma oportunidade de trabalho e estava arrependido. No entanto, ele está muito tranquilo e se mostrou dissimulado. Estamos investigando outros possíveis crimes. O estupro é um caso complicado porque a vítima tem medo de se expor”, diz o delegado.

Após o depoimento, Jefferson foi encaminhado para a Cadeia Pública de Barra do Turvo. De acordo com o delegado responsável pelo caso, o próximo passo da Polícia Civil será o pedido da prisão preventiva do suspeito, para que ele aguarde o julgamento preso.

*fonte G1

 

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com